POESIA É VIDA E RESPIRAÇÃO

O amor é infinito? Esta questão nunca foi respondida por ninguém.

Textos

O CASAL
O CASAL
     Caminhavam pelas ruas da cidade mais bela do Brasil - Rio de Janeiro. Era noite. Marcia sempre se assustava quando ouvia a sirena da polícia, mas seu amado a tranquilizava com palavras doces:
   – Querida eu estou aqui para te proteger.
   Reconhecidamente aquele era um casal fantástico. Ela alta, loira de cabelos naturais, nenhuma lente de contato para dar maior beleza ao seu rosto. Os olhos azuis, cor do mar, delineavam a tez transformando–a em uma mulher sem defeitos. Até seu nome Márcia era chamado por seus amigos carinhosamente de Marcinha. Seu companheiro de noitadas era diferente. Para descrevê-lo é recomendável recorrer aos astros do cinema europeu. Pele morena cor de jambo, olhos negros e profundos combinando com a voz sempre carregada de expressões contagiantes.
    Não se pode deixar de caracterizá-lo de LIDER. O casal sempre saia à noite, pois consideravam  horário  perfeito para os objetivos dos dois.
    E assim, exatamente nesta noite de sábado eles chegaram ao hotel. Abriram as sacolas retiraram as armas ameaçaram o porteiro e entram nos apartamentos. O casal era um típico disfarce de beleza e maldade, pois eram assaltantes.

zemary
Enviado por zemary em 11/11/2012


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras